BBB 12: Acontece hoje a primeira eliminação no Big Brother


Analice e Jakeline disputam hoje o primeiro paredão do Big Brother Brasil 12. Analice foi para a berlinda por indicação do líder da semana, João Carvalho.
Já Jakeline foi a mais votada pelos participantes (com seis indicações). João Mauricio, que venceu a prova do Anjo, imunizou Fael.
Assim que o primeiro paredão foi formado, no programa que foi ao ar na noite de domingo, Pedro Bial contou para os brothers e sisters que, dos 15 votos feitos no confessionário, apenas um deles foi para homem. “Todos os outros foram para quatro mulheres”, disse.
Jakeline ficou indignada com o resultado da votação e se abriu com Kelly. “Como a pessoa que vota em você pode chegar perto da gente e dizer para você não ficar mal? Odeio falsidade.”
Mais tranquila, Analice tentou acalmar a adversária, lembrando que Jakeline foi eleita a “mais animada” na festa do último sábado e que isso poderia refletir a popularidade da sister com o público.
“Você representa muito mais, eu represento uma minoria. Não é que as pessoas não gostem de mim, é que você representa mais o Brasil”, disse Analice. “Todo mundo me ama, e recebi seis votos”, retrucou a baiana.

BBB 12: Yuri e Ronaldo falam sobre relacionamentos fora da casa


Ronaldo diz que não é muito de compromisso

Perto da piscina, Monique pergunta a Yuri se ele já namorou por muito tempo. O goiano conta que já teve três companheiras e todas seguidas.

“A primeira namorada que tive foi por três anos e meio e a segunda morei junto dois anos e meio.Terminava e já tentando o próximo, para esquecer às vezes”, lembra o brother. Ronaldo discorda e diz que pensa diferente.

“Eu acho que não vou mais namorar 2 anos, 3 anos. Não tenho mais idade. Eu não fico anos com a pessoa para saber o que eu quero. Sou muito

prático”, afirma o vendedor.

BBB 12: Laisa mostra Bumbum enquanto arruma a conzinha


De biquíni branco e preto, Laisa arruma a cozinha

Laisa aproveita que os brothers estão malhando e decide arrumar a cozinha. A gaúcha lava alguns utensílios e também a bancada da pia.

 

O Líder João Carvalho entra no cômodo e conversa com a sister. Os dois resolvem fazer torradas com o pão de forma. Laisa tira as cascas do pão e João tempera as fatias com azeite e orégano. Eles colocam o tabuleiro no forno em seguida.

Ministra do Rio pede que policía tome providencias sobre abuso sexual no BBB


 

São Paulo – A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, encaminhou na tarde desta segunda-feira um ofício ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro pedindo “providências” contra o suposto abuso sexual no programa Big Brother Brasil (BBB12). Em nota, a Secretaria afirma que o ofício foi elaborado “com base em demandas encaminhadas por cidadãs de várias cidades brasileiras à Ouvidoria da SPM, pedindo providências”. Ela também decidiu se posicionar a respeito do episódio envolvendo dois participantes do Big Brother Brasil 12, Daniel e Monique. Após um vídeo polêmico protagonizado pelos dois, Daniel foi acusado de estupro e um registro de ocorrência foi aberto na 32ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro (Taquara). A Secretaria também se informou sobre a mobilização da Polícia Civil do Rio de Janeiro em torno do caso.

Em um áudio que vazou nesta segunda-feira na Internet, a sister afirma que não lembra de ter feito sexo com Daniel após a festa que aconteceu na madrugada de sábado.

A sister diz apenas que trocou carícias com o companheiro de confinamento e que depois disso “apagou”. “Só se ele tivesse a capacidade de ter feito sexo comigo dormindo. Eu não me lembro nada de sexo. Só mão naquilo e aquilo na mão, eu ficando com muito tesão, mas pedindo pra ele sair e o Rafa chegando, mas sexo não. Só se ele for muito mau caráter pra fazer isso comigo, comigo dormindo”, afirmou Monique.

As informações são da repórter Priscilla Borges, do iG Brasília

BBB 12: Laisa para Jonas: ‘Eu não queria ser sua irmã, ia ser muito incômodo’


Laisa não gostaria de ser irmã de Jonas

Sentados na cozinha, Laisa pergunta a Jonas se ele tem irmã. O modelo conta que tem uma irmã mais nova. A gaúcha brinca e fala para o brother que não gostaria de fazer parte de sua família.

“Eu não queria ser sua irmã. Ia ser muito incômodo ser irmã do Jonas. Eu ia morrer de ciúmes dele”, diz a sister. Mayara concorda com a estudante de Medicina. “Acho que qualquer menina que ele  se relacionasse eu ia achar defeito”, afirma a paulista.

Suposto estupro no BB 12: Daniel é expulso da casa, mas e a responsabilidade do diretor Boninho e da Globo ?



Muitos tem me criticado por abordar este tema no meu blog, mas é impossível, aqui no Rio de Janeiro muitas das coisas ruins acontecem devido a náfia que está no poder com apoio da grande imprensa.

Já é hora do povo acordar, e ver que a grande imprensa só pensa em benefícios próprios, lucros, e muitos milhões, e esse caso de um suposto estupro no BBB – Big Brother Brasil 12 comprova isso.

Após a polêmica e a rede Globo receber a visita da Polícia Civil resolveu desligar, melhor, expulsar o Daniel da casa, simples assim para a Globo, conforme a matéria abaixo.

Mas a pergunta é, e a responsabilidade da Rede Globo se realmente houve um estupro ?

A Rede Globo incentiva os “brothers” a beberem geral, e depois irem para os seus quartos, o Brasil inteiro viu que a modelo Monique estava completamente bêbada, desacordada, e o diretor Bonimho e a Rede Globo não viram ?

Será que a Rede Globo não possui um corpo jurídico, ou advogados de plantão, ou sei lá, alguém que entenda um pouco de direito penal para dizer, opa lá, a modelo Monique está bêbada, desacordada, se o Daniel continuar com isso poderá configurar estupro, e intervirem, o que inclusive sempre fazem.

Por que a Rede Globo não impediu que acontecesse o suposto estupro que todo o Brasil assistiu ?

Não estou eximindo o Daniel da responsabilidade de supostamente ter cometido um crime de estupro, quero apenas apurar a também responsabilidade da Rede Globo, no caso do diretor do programa o Boninho.

Se o Brasil todo viu um suposto estupro, provavelmente o diretor Boninhho e a Rede globo também, e permitiram que tudo acontecesse e transmitiram ao vivo para todo o Brasil, por que ?

Lucro ?

A sede do ibope ?

A lei penal é clara, ninguém pode alegar o seu desconhecimento, isso serve para o Daniel, para o diretor Boninho, e a Rede Globo.

No crime de estupro se aceita a co-autoria, logo, o diretor do programa Boninho ao permitir e incentivar que o suposto crime de estupro se consumasse, seria co-autor nesse delito hediondo ?

Isso caberá a polícia e a justiça decidir.

Uma pena que teve que acontecer uma tragédia, um suposto crime hediondo, para o povo ver quem é a Rede Globo.

Lembrando também que a Rede Globo não é a “dona” da televisão, ela tem apenas a concessão, que pode ser cassada em certos casos, aí eu pergunto, o que o Ministério Público Federal, Ministério da Justiça, e Comunicação estão esperando para se pronunciar ?

Por fim, e os anunciantes do BBB 12, o que acham disso tudo, vão querer associar a sua marca a um suposto crime hediondo, e a um show de horrores e baixaria que é o BBB 12 ?

Reprodução do jornal Extra

No meio de tanta polêmica no “Big Brother Brasil 12”, o participante Daniel saiu do programa.

O áudio do pay-per-view do programa foi cortado por volta das 19h30m, e só voltou às 20h20m. Às 20h, todos os brothers que estavam do lado de fora da casa tiveram que entrar imediatamente. Eles foram direto para o Quarto Selva. Mayara e Monique, juntas, prepararam duas malas com roupas masculinas que estavam numa das gavetas do Quarto Selva. E, mesmo sem som, deu para perceber que o clima na casa ficou bastante pesado!

Enquanto as duas arrumavam as roupas, todos os outros participantes olhavam estarrecidos para elas.

Logo depois, os brothers demonstraram que estavam ouvindo instruções da produção. Quando o áudio voltou, ninguém na casa tocou no assunto.

Polícia

A polêmica com o nome de Daniel começou após a festa de sábado. Ele e Monique dormiram juntos e rolou uma movimentação intensa embaixo do edredom. Ela diz que estava bêbada, que não lembra de nada além de beijo na boca e uns amassos e que apagou num determinado momento. Aqui fora, internautas acusaram o brother de ter se aproveitado da sister.

Hoje, segunda-feira, o delegado da 32ª DP (Taquara), entrou na história. Acompanhado de policiais, ele foi até o Projac, onde fica a casa do “BBB 12”, pedir para ouvir Monique.

 

Do blog do Ricardo-gama

Estupro no BBB 12: Jornal O Globo esconde o suposto estupro de Daniel contra Monique


.

Reprodução da capa do jornal O Dia, clique na imagem para AMPLIAR

O Jornal O Globo em sua capa não fala do caso do suposto estupro no BBB 12 – Big Brother Brasil 12 de Daniel contra a modelo Monique, ao contrário dos jornais Extra e o Dia, por que será ?

deve-se registrar que o jornal Extra deu destaque, mas apesar de ser das Organizações Globo, atinge um público bem diferente do Globo. O Extra é lido mais pela classe c e D, já O Globo pela classe A e B.

Qual a diferença ?

Especialistas dizem que o público do jornal O Globo, as classes A e B, são formadores de opinião, assimilam a notícia, e a transmitem para diversas pessoas, ao contrário do público C e D que apenas lêem.

Por isso o Globo se calou na capa sobre o suposto crime de estupro no BBB – Big Brother Brasil 12.

O jornal o Globo somente deu a matéria por uma questão de obrigação, para não perder o resto de crédito e moral, mesmo assim na última pagina (a de n° 17).

Especialistas também dizem que é raro alguém ler um jornal até a última página, assim a matéria do Globo a maioria não lerá.

Em suma, o objetivo das Organizações Globo é esconder ao máximo o suposto crime de estupro no BBB 12 para os formadores de opinião, como dita as classes A e B.

Uma pergunta que não quer calar, se o Brasil todo viu um suposto crime de estupro, como o diretor Boninho e a Rede Globo não viram ? Boninho pode ser co-autor nesse suposto crime de estupro ? (clique aqui e leia)

Em tempo, a forma que o jornal O Globo tratou o suposto crime de estupro no BBB 12 é o mesmo usado no seu cotidiano no Rio de Janeiro para manipular o povo e as informações, por exemplo, matérias que são contra oGoverno Sérgio Cabral eles não divulgam, ou escondem as dando nas últimas páginas.

Bomba: Em comunicado oficial BBB 12, não tera mais a participação de Daniel


O delegado Antônio Ricardo Nunes, da 32a. DP (Taquara), esteve hoje na Central Globo de Produção para ouvir a estudante Monique Amim e o modelo Daniel Echaniz, que, na madrugada de domingo, protagonizaram cenas de intimidade no BBB12 e geraram suspeita de abuso sexual.
Em depoimento oficial à Polícia, no entanto, Monique afirmou que estava consciente e agiu de forma consentida.

Assim que surgiu a suspeita, a TV Globo iniciou a apuração dos fatos, que num primeiro momento apontavam para uma cena de carícias semelhante à de outras edições. Após avaliação, a emissora decidiu pelo afastamento de Daniel, até para que ele pudesse prestar esclarecimentos formais à polícia.

De qualquer forma, a produção do programa avalia que o comportamento do participante foi inadequado, o que impede seu retorno à casa.

BBB 12: Após forte suspeita de abuso sexual, patrocinadores que investiram milhões no reality, estão preoculpados


Imagem

O suposto caso de estupro no Big Brother Brasil 12 gerou preocupação entre patrocinadores do reality show. Embora oficialmente não comentem o assunto, o episódio causou certa tensão nas empresas que investiram um total de R$ 103 milhões em cotas de patrocínio nacional do programa.

AmBev (Guaraná Antarctica), Fiat, Niely, Schincariol (Devassa) e Unilever (Omo) concordaram em pagar, cada uma, R$ 20,6 milhões em troca de exposição na televisão e na página do BBB na internet. Agora, calculam eventuais impactos negativos do episódio para a imagem das marcas.

No último fim de semana, Daniel teria molestado Monique após a primeira festa realizada na casa. A “Festa Fusion” foi patrocinada pelo energético da AmBev.

“As empresas devem estar preocupadas para saber o que aconteceu de fato e avaliar como isso pode repercutir sobre as marcas envolvidas”, diz Júlio Moreira, professor de branding (marcas) da pós-graduação em comunicação da ESPM.

Para o especialista, no entanto, o impacto deve ser pequeno. “Hoje os consumidores são muito esclarecidos e maduros. Mesmo que aconteça um problema no programa, eles conseguem separar o que é culpa da marca e o que está fora do controle da empresa”, afirma.

Marcos Hiller, coordenador do MBA de gestão de marcas da Trevisan Escola de Negócios, afirma que o caso deixa um “arranhão” na imagem dos patrocinadores e anunciantes. “Não dá para saber exatamente o impacto disso para as empresas, depende de cada caso, mas fica o arranhão, uma mancha no currículo”, diz.

Ainda assim, Hiller avalia que o episódio “não deve ser muito trágico”. Segundo ele, “não é isso que vai fazer com que as empresas percam market share [participação de mercado]”. Embora o incidente cause certa preocupação entre anunciantes, ele não acredita que isso seja suficiente para levar as companhias a desistir de patrocinar o programa.

Para Moreira, da ESPM, o episódio polêmico pode até aumentar a audiência do BBB, o que poderia até certo ponto ser positivo para os anunciantes. “Infelizmente, casos como esse podem até gerar uma visibilidade maior para o programa”, diz.

Procurados pelo iG, nenhum dos patrocinadores se posicionou sobre o episódio.

Risco iminente

Patrocinar um evento campeão de audiência como o Big Brother dá muita visibilidade, mas também traz grandes riscos. “Quando uma marca decide patrocinar um reality show, um BBB, ela está assumindo riscos na largada”, afirma Hiller. “Por mais que tenha uma exposição violentíssima e retorno sobre investimento muito interessante, tem sempre o fator humano, que foge completamente do controle do anunciante e mesmo da coordenação do programa.”

Imagem

Não faltam exemplos de situações em que ‘o tiro saiu pela culatra’. Já na primeira semana do BBB 12, a prova do líder envolvendo um carro da Fiat resultou em certo constrangimento para a montadora e para a produção do reality show.

Os 16 ‘brothers’ ficaram confinados dentro do veículo Freemont e alguns passaram mal. Depois, uma participante não conseguiu abrir o porta-malas do carro, apresentado pela montadora como tendo um sistema fácil de abertura das portas. “São coisas que estão totalmente fora do controle, não dá para prever, mas com certeza tem um efeito contrário ao que se esperava”, diz Hiller.

Na última edição do BBB, um dos principais ‘tropeços’ foi o caso envolvendo a Unilever e um novo tempero para frango da marca Knorr. Durante a prova de resistência, participantes fantasiados de frango desataram a cantar: “De leste a oeste. De norte a sul. A onda é a dança da galinha azul”. Seria ótimo, se esse não fosse o jingle do caldo de galinha Maggi, principal concorrente da Knorr.

“Como é que alguém poderia imaginar que eles iam resolver cantar a música do concorrente?”, afirma Hiller. “Por isso, quando a marca decide entrar em um negócio como esse, tem também que assumir os riscos e estar preparada para reagir em casos de crises de imagem”, diz o especialista.

Leia mais: http://tvfoco.pop.com.br/#ixzz1jkRQ0B6G

BBB 12: Internautas apostam em Analice para sair da casa (resultado parcial)


Enquete Paredão BBB 12: Analice ou Jakeline? Quem deve sair nesta terça-feira?

Resposta Votos Percentagem
Analice 859 48%
Jakeline 685 38%
As duas devem sair da casa 219 12%
Escolheria Outro Participante 40 2%