Caso Joaquim: ‘no mínimo, padrasto sabe o que aconteceu’, diz advogado


Guilherme Rayme Longo, acusado de participação na morte do menino de 3 anos, será ouvido na tarde desta quarta-feira pela polícia

 

O advogado Alexandre Durante, que defende o pai de Joaquim, disse que o padrasto do garoto sabe o que aconteceu Foto: Vagner Magalhães / Terra
O advogado Alexandre Durante, que defende o pai de Joaquim, disse que o padrasto do garoto sabe o que aconteceu
Foto: Vagner Magalhães / Terra

 

  • Vagner Magalhães
    Vagner Magalhães Direto de Ribeirão Preto

 

A família de Joaquim Ponte Marques, 3 anos, espera que o padrasto dele, o técnico em informática Guilherme Rayme Longo, 28 anos, dê informações que possam levar a polícia à elucidação do caso. “No mínimo, ele sabe o que aconteceu”, disse o advogado Alexandre Durante, que representa Artur Paes, pai biológico de Joaquim. O menino foi encontrado morto no domingo, em um rio em Barretos (SP), a 430 quilômetros de São Paulo, e Guilherme foi preso por suspeita de participação no crime.

 

 

 

Ela admitiu ter sido agredida em janeiro e fevereiro. Natália foi orientada pela família a não levar o caso à polícia pelo fato de estar grávida.

Marcus Túlio Nicolino promotor de Justiça

 

De acordo com o advogado, Artur está em São Paulo, ainda se recuperando do trauma da morte do filho. “É preciso ter muita cautela para fazer qualquer tipo de acusação neste momento, mas o Guilherme pode colaborar muito com a investigação. Naquela noite, somente ele e a Natália (mãe de Joaquim, que também foi presa) estavam na casa, além do Joaquim”, disse Alexandre, referindo-se ao dia 5 de novembro, data que o menino desapareceu de casa.

 

 

 

O advogado afirma que Artur não tinha conhecimento de um suposto relacionamento conturbado entre Natália e Guilherme. “Ele não interferia na vida do casal e não tinha informações sobre o que se passava na casa”, afirmou.

 

 

 

O promotor Marcus Túlio Nicolino disse que o padrasto precisa explicar muita coisa Foto: Vagner Magalhães / Terra
O promotor Marcus Túlio Nicolino disse que o padrasto precisa explicar muita coisa
Foto: Vagner Magalhães / Terra

 

Para o promotor Marcus Túlio Nicolino, há muito a ser explicado pelo acusado. Nicolino diz que Guilherme tem um histórico agressivo e que Natália foi agredida por ele em pelo menos duas oportunidades, enquanto estava grávida do filho do casal, Vitor Hugo, de quatro meses.

 

 

 

“Ela admitiu ter sido agredida em janeiro e fevereiro. Natália foi orientada pela família a não levar o caso à polícia pelo fato de estar grávida”, disse ele.

 

 

 

O promotor disse também que é preciso averiguar por que o pai de Longo passou em frente à casa do filho, de carro, durante a madrugada em que o menino desapareceu. O carro foi flagrado por câmeras de segurança da rua em que o casal morava com a criança.

 

 

 

“A própria quebra do sigilo telefônico vai ajudar nisso. Para ver quem teve contato com quem naquela noite fatídica”, disse Nicolino.

 

 

 

O advogado do padrasto, Antonio Carlos de Oliveira, disse que Guilherme não tem nada a temer Foto: Vagner Magalhães / Terra
O advogado do padrasto, Antonio Carlos de Oliveira, disse que Guilherme não tem nada a temer
Foto: Vagner Magalhães / Terra

 

Antonio Carlos de Oliveira, advogado de Guilherme, afirma que seu cliente não tem nada a temer. “O Guilherme é inocente e tem interesse em demonstrar isso. Ele vai falar sempre que for requisitado. Ele não aplicava insulina no menino. Ajudava eventualmente, sempre com a mãe.”

 

 

 

O advogado refuta a tese de que o padrasto não tratava bem o menino. “Todos os que foram ouvidos até agora afirmam que ele tratava bem o garoto. Só tive acesso hoje aos autos. Preciso estudar a fundamentação da prisão temporária e planejar o pedido dessa revogação. O réu não tem por que estar preso”, disse Oliveira.

 

 

 

 

Comente este:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s